404

Construção com adobe

Hoje resolvi falar um pouco de um material de construção muito utilizado na época colonial no Brasil e ainda muito utilizado em alguns lugares: o bloco de adobe.

Se você nunca ouviu falar em adobe, a não se no Adobe Acrobat, não se preocupe, explicarei para vocês do que se trata.

O adobe é um bloco feito através de uma mistura de terra, areia e um estabilizante (geralmente uma palha), que é amassado com os pés, moldados através de uma forma (geralmente de madeira) e secado ao sol. Os blocos são assentados com barro e pode ser revestido ou não, mas sempre bem protegidos da chuva.

A utilização de terra é uma das mais antigas técnicas de construção utilizadas pelo homem e é uma técnica vernacular, ou seja, utiliza materiais e mãos-de-obra local.

Em uma época onde escutamos tanto a palavra sustentabilidade, procurar maneiras de diminuir o impacto da construção civil é essencial. Atualmente, estima-se que 13% dos resíduos sólidos depositados em aterros consistem de resto de construção e demolição. Por ser uma técnica que quase não causa impacto, quando utiliza a terra e a produção local, a construção com adobe pode ser uma alternativa para quem busca um material “ecologicamente correto”.

O adobe, além de ser um material tradicional e não passar pelo processo de queima, como o bloco cerâmico, é ainda um material com grande eficiência energética e acústica.

Conheci a técnica do adobe quando trabalhei em um grupo de pesquisa na USP, onde fazíamos a assessoria técnica em um assentamento rural em 2006. Desde então não parei mais de pesquisar sobre a técnica. Atualmente estou fazendo mestrado de Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável, na UFMG, pesquisando sobre as construções em adobe em Bichinho – MG.

Para quem não conhece Bichinho, fica aí a minha dica de passeio. Localizado próximo a Tiradentes (aproximadamente 15km), é distrito de Prados. Um lugar encantador para quem quer descansar, comprar artesanatos e apreciar a tradicional comida mineira. Inclusive o próximo post será justamente sobre isso.

Em Bichinho existem várias construções em adobe e três produtores locais dos blocos e talvez seja um dos motivos por ter sido amor a primeira vista com aquele pequeno e charmoso distrito.

A maioria das construções é em adobe aparente, que proporciona um maior charme às construções simples e tradicionais. Tanto para residências, lojas e restaurantes, o adobe é sempre um material aconchegante.

Abaixo algumas fotos de construções utilizando adobe em Bichinho

Para quem tiver interesse em conhecer mais sobre bichinho, aí vai um site com mais informações: http://www.bichinho.net/

E para quem quiser saber mais sobre a técnica é só deixar seu comentário!

Um abraço (com um toque especial de terra) para todos!


13 respostas para “Construção com adobe”

  1. Ótima maneira de explicar, eu amei forma de desenho, as imagens sempre mais útil para fazer entender, com certeza, no futuro, quer para segui-lo .

    • jaqueline disse:

      Obrigada pelo seu comentário! Sou apaixonada com arquitetura de terra. Acredito que desde que seja sem bem produzida e construída, é uma excelente alternativa. Existe muito preconceito com a arquitetura de terra, devido ao fato que quando não construída adequadamente pode ser abrigo para o barbeiro e consequentemente transmitir doenças de chagas. Mas deve-se desmistificar esse visão que as pessoas têm sobre a técnica e existem muitos exemplos atualmente que podem comprovar o contrário, como essas construção em adobe de Bichinho.

  2. elzito disse:

    quero construir uma casa de adob no meu sitio que fica em Chapada Gaucha MG, onde encontra tambem o parque nacional grande sertão veredas.

  3. Guido Faria disse:

    Pimeiramente obrigado por falar sobre o adobe. Uma pergunta, não sei se vc esta por dentro. Qual o custo da construção de adobe em relação a uma construção com tiojolos queimados e de uma em madeira? É uma construção demorada? onde posso encontrar mais informações sobre todas as fases de uma consrução em adobe? Obrigado

    Guido Faria

    • jaqueline disse:

      Olá Guido,

      Infelizmente não tenho o preço da construção total em relação a construção com tijolo cerâmico. O processo de construção em si é igual ao bloco cerâmico, com a diferença que a argamassa de assentamento é também feita de barro, então não usa cimento. Uma diferença também em o bloco de adobe para o bloco cerâmico é o peso dele, que torna a construção um pouco mais trabalhosa. Se tiver alguma dúvida pode me enviar um email que tentarei esclarecer para você.

      Abraço

  4. Paola disse:

    Olá! Sou estudante de arquitetura e engenharia civil e gostaria de saber mais informações sobre o uso prático do adobe em construções. Você poderia me ajudar?
    Obrigada =D

    • jaqueline disse:

      Olá Paola!
      Claro que sim! O que você gostaria de saber? Se preferir me mande um email e eu te ajudo com as informações que você precisar!
      Abraços

  5. clyd disse:

    olá td bom com voce jaqueline eu sou estudante de arquitetura e urbanismo e quero saber qual tipo de material adequado para um projeto na terra do indio ja que estamos no século 21, é que preciso saber ou me indica o site que posso fazer pesquisa sobre isso, kero fazer um projeto virado para indio mas com arquitetura ecologica

  6. Kirtana disse:

    Olá, gostaria de contruir em adobe um ou dois comodos aqui no meu sitio. Você teria como me passar fontes onde eu possa encontrar passo a passo de uma construção em adobe? Como por exemplo a confecção dos tijolos e da argamassa de assentamento. Caso saiba e puder me passar também alguma coisa sobre telhado verde, aproveitamento de agua de chuva, energia solar. Tudo e qualquer coisa sobre contrução utilizando sem necessidade de modificar muito o que a natureza fornece.
    Se for possível.

    Agradeço desde já.

    Fica com DEUS.

  7. cristiane disse:

    Boa noite gente,temos uma construção de adobe aqui em Bichinho,o adobe é um tijolo pesado,mas muito rápido pra levantar paredes pelo tamanho e a facilidade de assentar,quem faz a construção de adobe,não rebocam a casa por fora,e por dentro somente algumas para não ficar cansativo e pesado o ambiente,com isto,a construção fica mais econômica, já que não vai reboco. Temos 3 pessoas que produzem este tijolo aqui e mandam para o brasil todo, Luiz, Antenor e o seu filho Marcelo, dentro desta curiosidade ainda temos o Zé que produz telhas “nas coxas” nome que se usava antigamente,hoje chamadas por telhas coloniais,pois as telhas eram moldadas nas coxas dos escravos, ele e sua esposa Vanda, ainda fazem este trabalho, uma a uma, são lindas,e tbm produzem o ladrilho cerâmico, piso que fica lindo demais, bem rústico tbm, eles fazem tudo a mão! Qualquer informação meu email é cristianeoficinadearte@gmail.com
    Abraços.

    • jaqueline disse:

      Olá Cristiane,

      Estou fazendo meu mestrado sobre as construções em adobe de Bichinho, depois gostaria de conversar mais com você. Em breve estarei aí para pesquisar mais!

      Abraços

  8. Juliana disse:

    Boa tarde! adorei seu post!! Gostaria de saber mais sobre esse tipo de construção. Por gentileza, entre em contato!

    Obrigada

Deixe uma resposta